Buscar

Provérbios 4 - A sabedoria aperfeiçoa o caminhar

4:1-4 O ensino produz vida “Ouvi, filhos, a instrução do pai, e estai atentos para conhecerdes a prudência. Pois dou-vos boa doutrina; não deixeis a minha lei. Porque eu era filho tenro na companhia de meu pai, e único diante de minha mãe. E ele me ensinava e me dizia: Retenha o teu coração as minhas palavras; guarda os meus mandamentos, e vive.”


É um privilégio ter pais que detém sabedoria e podem compartilhar sobre a doutrina divina. Os pais são os primeiros mestres na vida dos filhos, responsáveis pela criação e por guiá-los no caminho correto. O maior legado que um filho pode receber é o ensino da Palavra. O ensino que procede de pais piedosos é o melhor nutriente para uma vida de bem-aventuranças. 4:5-10 A sabedoria é um tesouro. “Adquire sabedoria, adquire inteligência, e não te esqueças nem te apartes das palavras da minha boca. Não a abandones e ela te guardará; ama-a, e ela te protegerá. A sabedoria é a coisa principal; adquire pois a sabedoria, emprega tudo o que possuis na aquisição de entendimento. Exalta-a, e ela te exaltará; e, abraçando-a tu, ela te honrará. Dará à tua cabeça um diadema de graça e uma coroa de glória te entregará. Ouve, filho meu, e aceita as minhas palavras, e se multiplicarão os anos da tua vida.

A sabedoria é um tesouro mais precioso que ouro puro, a sabedoria é mais do que um mero conceito, ela é uma pessoa: Jesus! Quem escolhe o caminho da sabedoria terá uma vida de segurança, honra e beleza. 4:11-12 O caminho da sabedoria “No caminho da sabedoria te ensinei, e por veredas de retidão te fiz andar. Por elas andando, não se embaraçarão os teus passos; e se correres não tropeçarás.


Ao receber a verdade de Deus em nosso coração o Senhor renova nossa mente e nos permite pensar com sabedoria. Isso nos auxilia a tomar as decisões corretas e receber orientação de Deus todos os dias da nossa vida. Os que trilham o caminho da sabedoria andam seguros e escampam dos perigos desse mundo.


4:13-17 A importância da instrução

“Apega-te à instrução e não a largues; guarda-a, porque ela é a tua vida. Não entres pela vereda dos ímpios, nem andes no caminho dos maus. Evita-o; não passes por ele; desvia-te dele e passa de largo. Pois não dormem, se não fizerem mal, e foge deles o sono se não fizerem alguém tropeçar. Porque comem o pão da impiedade, e bebem o vinho da violência.”

A instrução que o texto se refere é a Palavra do Senhor, os que se agarram ás verdades eternas, por elas desfrutarão de vida plena. Os filhos de Deus devem ficar o mais longe possível do caminho perverso. É responsabilidade do cristão testemunhar aos não salvos as boas novas, mas nunca devemos adotar o estilo de vida deles, nem imitar as suas atitudes. 4:18-19 A vereda do justo “Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito. O caminho dos ímpios é como a escuridão; nem sabem em que tropeçam.


É interessante observar que entre “a vereda do justo” e o “caminho do perverso” ocorre um enfático contraste. O significado é muito claro: o justo anda em luz crescente, os ímpios nas trevas.

4:20-22 Os benefícios de Palavra de Deus “Filho meu, atenta para as minhas palavras; às minhas razões inclina o teu ouvido. Não as deixes apartar-se dos teus olhos; guarda-as no íntimo do teu coração.


Ao receber a verdade de Deus em nosso coração, o Senhor renova nossa mente e nos permite pensar com sabedoria. Ajudando-nos a tomar as decisões corretas e receber a orientação de Deus diariamente. O cristão deve guardar a Palavra em seu coração, ela traz vida para a alma e saúde para o corpo. 4:23-27 Como proceder

“Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida. Desvia de ti a falsidade da boca, e afasta de ti a perversidade dos lábios. Os teus olhos olhem para a frente, e as tuas pálpebras olhem direto diante de ti. Pondera a vereda de teus pés, e todos os teus caminhos sejam bem ordenados! Não declines nem para a direita nem para a esquerda; retira o teu pé do mal.”


Esses versículos nos levam a responder as seguintes perguntas:

- O que está em meu coração? (v.23) - O que está em meus lábios?(v.24) - O que está diante de meus olhos? (v.25) - O que se encontra além do meu caminho? (v.26-27)

Devemos sempre estar vigilantes com o que estamos guardando em nosso coração, qual a maneira que estamos falando e com o que estamos enchendo o nosso corpo. A vida é muito curta e preciosa para ser desperdiçada com o que é temporário e trivial. Referências:

BRUCE, E. Comentário Bíblico NVI: Antigo e Novo Testamento. São Paulo: Editora Vida, 2008.

LOPES, Hernandes Dias. Provérbios: manual de sabedoria para a vida. São Paulo: Hagnos, 2016.

PFEIFFER, Charles. Comentário Bíblico Moody: Volume 1. São Paulo: Editora Batista Regular,2019.

KIDNER, Derek. Provérbios: introdução e comentário. São Paulo: Mundo Cristão, 1980.

WIERSBE, Warren. Comentário Bíblico Expositivo: Antigo Testamento: Volume III, Poéticos. São Paulo: Geográfica editora, 2006.

© VEM E VAMOS 
created by Danielli Cadore
 

  • Preto Ícone Spotify

DANIELLI CADORE

Obrigada por estar aqui!
me acompanhe no instagram
  • Instagram