Buscar

13 - Então você voltou, carência?

"Mas ele me disse: Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza". Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim." 2 Coríntios 12:9.


Então você voltou, carência?

Estava com saudades e resolveu me visitar, trazendo toda aquela bagagem que só você tem? Devo ser sincera com você, tudo na minha vida mudou depois que você foi embora e, francamente, eu preferia que você nunca tivesse voltado.


Quando você foi embora eu aprendi que, sem você, eu me sinto mais viva. Sem você eu pude encontrar a plenitude e voltar os meus olhos para algumas belezas da vida que antes passavam despercebidas. Foi só eu fechar as portas pra você que outras se abriram e eu pude me conhecer verdadeiramente, meus objetivos, sonhos, desejos... Pude também conhecer outras pessoas melhor, sem toda aquela sua interferência que me fazia ignorar aspectos que pra mim são tão importantes.


É, carência, minha velha companheira, não me entenda mal, mas eu estava em paz antes de você voltar.


Talvez a culpa tenha sido minha, talvez eu tenha deixado alguma porta entreaberta ou esquecido as chaves por aí... Talvez eu estivesse olhando para o lugar errado e você conseguiu se esgueirar sem que eu nem visse você entrando, e só me desse conta quando você já estivesse instalada no quarto de hóspedes. Mas eu sinto em lhe dizer, esse quarto não é mais seu. Por mais que seja para hóspedes, para pessoas apenas de passagem, você é alguém que não quero que me visite mais.


Por sua causa eu perdi várias partes de mim, várias horas da minha vida e várias oportunidades de me envolver em coisas maiores e melhores. Eu sei, a gente era muito ligada uma a outra e foi difícil te deixar ir, eu me apoiava em você e você em mim, mas hoje eu não preciso mais de muletas.


Carência, você ocupa um lugar em mim que só pertence a Deus. Enquanto você me traz tristeza, ansiedade, pensamentos turbulentos e lágrimas aos olhos, Deus me traz paz, paciência, contentamento, alegria e plenitude... A graça dEle me basta. Não preciso de outras coisas e pessoas, como você me faz pensar. Eu só preciso dEle. Se tudo me fosse tirado e somente sobrasse Cristo, eu ainda teria tudo. Comigo, velha “amiga”, as suas ilusões não funcionam mais.


Sabe, você pode até achar que está de volta, mas vou ter que pedir que se retire. E dessa vez, prometo me certificar de que o cadeado está bem preso e que a chave esteja nas mãos daquele que me criou. E eu posso te garantir, fui criada para muito mais do que isso.


Por Maria Eduarda Batistetti

© VEM E VAMOS 
created by Danielli Cadore
 

  • Preto Ícone Spotify

DANIELLI CADORE

Obrigada por estar aqui!
me acompanhe no instagram
  • Instagram