Buscar

12 - Deus também usa processos

Elias servia, adorava e temia ao Senhor. (1 Re 18.12) Ele era um profeta de Deus, ou seja, ele transmitia o que Deus tinha a dizer para o povo. Porém, Elias era odiado pela rainha da época, Jezabel, porque ele obedecia ao Senhor e mostrava à ela que estava vivendo uma vida que afrontava a Lei de Deus. Então, após muita perseguição, ela desejou matá-lo. (Sugiro leitura de 1 Reis 17, 18 e 19)


Ao ver sua vida por um fio, teve medo e fugiu para um deserto. Sentou embaixo de uma árvore e, não aguentando mais todo fardo emocional que estava suportando, orou pedindo a sua morte. Após isso, deitou e dormiu. (1 Re 19.3-5)


Elias se entregou, estava esgotado emocionalmente e fisicamente, afinal, nenhuma fuga é tranquila, não é mesmo? A inquietude tomou conta de seu coração, assim como ansiedade e depressão, a ponto de querer até mesmo a própria morte, perdendo o sentido da sua vida.


E diante de toda essa situação, Deus não abandonou Elias. Ele não virou seu rosto. Pelo contrário, Deus demonstrou sua graça, cuidou e nos deixou exemplo de como podemos lidar com nossos fardos emocionais.


A primeira coisa que Deus fez foi cuidar da saúde física e mental de Elias. Ele foi acordado de seu sono por um anjo enviado por Deus com pães e água. Após comer e beber, dormiu e descansou novamente. Então, de novo o anjo o acordou, o alimentou e todo esse processo o fortaleceu.(1 Re 19.5-8) Não negligencie sua saúde, porque Deus não faz isso. Saiba descansar, alimente-se bem, faça exercício físico e tenha bons hábitos. Cuide do seu corpo físico. E mais do que isso, também cuide de sua saúde mental. Procure ajuda profissional para lidar com seus fardos emocionais. Os psicólogos e psiquiatras são bênçãos e podem ser instrumentos de Deus nas nossas vidas.


A seguir, Deus cuidou da saúde espiritual de Elias. Eles conversaram e Deus revelou-se a Ele. (1 Re 19.9-12) Mesmo que as vezes nos sentimos desanimados, não podemos deixar de lado nosso momento com Deus. Nesse tempo somos fortalecidos e revigorados, podemos abrir nosso coração, depositar nossos fardos aos pés de Jesus e ouvir o que Ele tem para nos dizer. Insista na oração, persevere na leitura bíblica.


Por fim, Deus enviou para Elias um companheiro de jornada: Eliseu (1 Re 19.19-21). Não guarde toda dor e sofrimento para si. Esteja aberto para dividir seu fardo com pessoas confiáveis, leais e que vão facilitar, ajudar e amparar sua vida. Nossa caminhada fica muito mais leve quando temos alguém do nosso lado. E caso você não tenha nenhum amigo de confiança, lembre-se de Jesus, que está sempre pronto para nos ouvir, não importa a hora do dia ou o tamanho da nossa dor. Em Isaías 59.1 diz que: “O braço do Senhor não é fraco demais para salvá-los, nem seu ouvido é surdo para ouvi-los.”


Não existe nenhum fardo emocional tão pesado que a graça de Deus não seja poderosa o suficiente para carregá-lo ou destruí-lo. Deus pode sim acabar com qualquer fardo emocional em um piscar de olhos ou um estralar de dedos. Ele tem poder para isso. Porém, isso não impede que Ele utilize processos para que haja alívio ou até mesmo a cura. Cuide da sua saúde, procure ajuda profissional. Alimente seu espírito com oração e leitura da Palavra. Divida seu fardo com seus amigos leais e principalmente com o nosso Amigo Fiel: Jesus.

Por Maressa Lopes

© VEM E VAMOS 
created by Danielli Cadore
 

  • Preto Ícone Spotify

DANIELLI CADORE

Obrigada por estar aqui!
me acompanhe no instagram
  • Instagram