Buscar

30 - Afinal, quais são as características que nós como cristãos devemos ter no mundo atual?


Que hoje vivemos em uma geração onde os cristãos buscam formas e guias para serem pessoas e servos melhores, não é novidade nenhuma, porém, o que esquecemos, é que mesmo que tenhamos um passo a passo do que fazer, na prática, isso não é tão fácil assim. Ser cristão, está muito mais relacionado ao nosso relacionamento com o Pai do que com a performance que mantemos no dia a dia, até por que, não adianta nada você ser um servo/serva de excelência dentro da igreja, mas fora dela, com as pessoas que estão ao seu redor, ser tudo, menos a imagem e semelhança do nosso Criador, não é mesmo?

Porém, pensando nas tantas perguntas que temos durante a nossa caminhada com Cristo, decidi trazer algumas características para que reflitamos sobre o nosso papel no mundo como agentes de mudança e propagadores da palavra do nosso Senhor. Vamos lá?

O amor é a primeira grande característica dos verdadeiros filhos de Deus.

Quando analisamos o livro de Mateus, no capítulo 22, versículos 36 à 40, há um momento em que Jesus é questionado se havia um mandamento de grande importância, que nós, servos de Deus, deveríamos seguir. Foi quando então, ele disse: '‘ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento’. Este é o primeiro e maior mandamento. E o segundo é semelhante a ele: ‘ame o seu próximo como a si mesmo’. Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas".

De fato, o mundo precisa de amor. Vivemos em uma geração onde as acusações e julgamentos são proferidos com a mesma facilidade que uma folha cai de sua árvore. Entretanto, muitas vezes, os maiores condenadores são aqueles que mais deveriam cuidar e zelar por vidas. O amor, na sua forma mais pura e simples é puro, ele não maltrata e não machuca, na verdade, ele cura. A dúvida que fica no ar é: será que temos amado as pessoas ao nosso redor da forma como Jesus nos amaria?


- O verdadeiro cristão obedece a Palavra de Deus com prazer.

Nosso guia de fé e prática, a arma que usamos nas batalhas de nossas vidas, se chama nada mais, nada menos do que: Bíblia. O problema, é que muitas vezes não a lemos, que dirá a obedecemos. Por isso, como queremos ter intimidade com o nosso Pai, se não nos alimentamos do seu pão da vida? Não tem como. A questão é que as pessoas acham que para criarmos o hábito de ler a palavra, é necessário uma performance perfeita, mas deixa eu te dizer uma coisa, isso não é necessário. Deus quer um relacionamento de QUALIDADE e não importa se você irá ler 5 capítulos por dia ou ela toda em uma semana, se você não entendeu nada e nem absorveu suas palavras, não vale de nada. Deixe de lado a religiosidade e se permita sentir cada palavra que ali está, tenho certeza que grandes coisas acontecerão na sua vida.

- O verdadeiro cristão não se envergonha do Evangelho.

Já parou para pensar em quantas vezes você, inconscientemente negou a Cristo? Até mesmo Pedro, que era seu discípulo fiel e que dizia amá-lo sobre todas as coisas, quando encurralado, o negou, como podemos ver em João 18, versículos 25 à 27: “Enquanto Simão Pedro estava se aquecendo, perguntaram-lhe: Você não é um dos discípulos dele? Ele negou, dizendo: Não sou. Um dos servos do sumo sacerdote, parente do homem cuja orelha Pedro cortara, insistiu: Eu não o vi com ele no olival? Mais uma vez Pedro negou, e no mesmo instante um galo cantou.” Por isso, deixo a seguinte reflexão: hoje, temos a liberdade de professarmos livremente a nossa fé, entretanto, neste exato momento, existem pessoas sendo mortas por simplesmente amarem a Jesus, por isso, não desperdice o privilégio que foi entregue nas suas mãos.

- O cristão verdadeiro não se satisfaz com os costumes, erros e maneiras de pensar e viver deste mundo.

Avaliar a nós mesmos em busca de auto correção é sempre um desafio, não é mesmo?! Principalmente quando percebemos quão falhos e imperfeitos somos, mas é ai que está a ironia do propósito. Muitos estão se deixando contaminar pelos padrões pecaminosos deste mundo, pois não estão dando o devido valor ao estudo e à prática da Palavra de Deus! Preste atenção! Jesus nos pede para que estejamos no mundo como agentes de transformação e não que sejamos nós os transformados pelo pecado. Por isso, pare um pouco para pensar com quais padrões deste mundo você tem se habituado. Faça um desafio a si mesmo e comece a desejar e a buscar a mudança.

- Os filhos de Deus devem buscar sempre crescimento espiritual.

É do ser humano achar que em determinado momento de sua caminhada, chegamos ao nível máximo de busca e crescimento, mas sabe? Quando pensamos assim, é como se estivéssemos limitando a grandeza do poder de Deus e daquilo que ele tem a oferecer para nós. Assim, o cristão que não deseja continuamente o crescimento espiritual traz para si e para a igreja vários problemas! Nunca haverá um limite para aquilo que poderemos conhecer do nosso Abba, ele é ilimitado, grandioso e soberano, por isso, nunca pare de investir relacionamento e tempo para Ele.

Espero que de alguma maneira esse texto tenha edificado a sua vida e que através dele, você possa ter entendido que o mundo até pode estar inserido no nosso cotidiano, mas nós, filhas e filhos do Altíssimo não pertencemos a Ele, nosso lar é no céu e é para lá que iremos no fim de tudo. Amém? Que Deus te abençoe.


Por Bianca Leal

© VEM E VAMOS 
created by Danielli Cadore
 

  • Preto Ícone Spotify

DANIELLI CADORE

Obrigada por estar aqui!
me acompanhe no instagram
  • Instagram