29 - Críticas que não mais existem

Tem dias em que as críticas nos amarram por dentro, como se formassem nós, um atrás do outro, e se não nos atentarmos para a paralisia que elas tem gerado em nós, podemos permanecer assim por muito tempo.


Algumas nos acompanham “quietas” em meio aos nossos pensamentos desde quando éramos crianças. Críticas proferidas por pessoas que tinham um papel de importância em nossas vidas, e querendo ou não essas pessoas lançaram palavras que ficaram “coladas” em algum lugar da nossa memória, talvez em meio as coisas que guardamos como verdades, mas que no fundo não são. Você sabe quais são as palavras de críticas que sempre vem bater na porta dos seus pensamentos? (É bom ter consciência de quais são, se for necessário, anote-as).


Antes de deixá-las entrar, podemos “perguntar seu nome”, evitando assim que se instalem com todas as suas malas pesadas. Elas podem bater à porta de muitos modos, nem sempre por meio das palavras de pessoas do nosso presente, mas também por meio de situações semelhantes àquelas em que fomos criticadas há tempos.


Não há nada melhor que estar em oração, buscando a presença de Deus para identificar aquilo que tem nos atrapalhado em nossa caminhada. Nada e ninguém melhor do que o nosso Mestre para nos ensinar a nos desprendermos das críticas e avançarmos em direção a Ele, nosso alvo maior, Jesus. Ele é o nosso alvo supremo, incomparável.


Jesus não nos critica - ele nos corrige apontando aquilo em que estamos acertando e aquilo que precisamos rever (Apocalipse cap. 2 e 3). Você já se sentiu criticada por Deus? Já teve a sensação de estar fazendo algo e pensar que está sendo criticada, como por exemplo, com frases do tipo “você não faz nada certo” ou “você sempre faz as coisas com a motivação errada”? Será que o Senhor tem interesse em ver você desanimada fazendo algo que ele mesmo instruiu você para fazer? Será que essa sensação de estar sendo criticada não está ligada às suas vivências? Em alguns momentos podemos pensar que estamos sendo criticadas sem termos ouvido nenhuma crítica verbal de alguém. Você costuma ter esse pensamento, sem ter tido acesso a nenhuma crítica direcionada a você?


A ideia constante de estar sendo criticada por Deus e/ou pelas pessoas aponta para algo que precisa ser resolvido em nossa alma. Provavelmente em algum momento da vida críticas nos assolaram, prejudicando nossa autoimagem e também a forma como imaginamos que as pessoas nos veem. (A bíblia também fala sobre acusações vindas de inimigos espirituais - mas não é o nosso foco aqui agora). Quando existe algum pensamento distorcido em nossa mente, em relação a como Deus nos vê segundo a bíblia, ficamos propensas a nos ofendermos com mais facilidade, e aceitarmos acusações falsas. Se pensamos e sentimos constantemente que de algum modo estamos sendo criticadas, consequentemente estaremos mais vulneráveis a nos sentirmos ofendidas.


“Porque, como imagina em sua alma, assim ele é;” (Provérbios 23.7a)


Se estivermos presas a ofensas, ainda que àquelas que ficaram para trás e não mais existem, estaremos nos embaraçando em palavras que tendem a nos paralisar. Sabemos que de algum modo seremos ofendidas, porém com a consciência de quem somos em Deus e daquilo que o Senhor, em cuidado e em amor tem corrigido e aperfeiçoado em nós, não seremos paralisadas pelas críticas.


“Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta, Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus. Considerai, pois, aquele que suportou tais contradições dos pecadores contra si mesmo, para que não enfraqueçais, desfalecendo em vossos ânimos.” (Hebreus 12:1-3). Por Bárbara dos Santos