26 - A plenitude que tanto queremos só é alcançada em Jesus

Elaborar planos e elencar metas é algo super comum, principalmente no início do ano. E não há nenhum problema em planejar. A Bíblia Sagrada fala várias vezes sobre a importância do planejamento para que algo seja realizado de forma positiva. Porém, é necessário organizar as expectativas dentro do coração para que não haja apego com os planos, pois muitas coisas podem acontecer, e adequações podem ser necessárias.


Independente daquilo que possamos alcançar, a plenitude da nossa vida deve ser conhecer e viver o amor do nosso Deus. Nada nesse mundo incompleto pode nos proporcionar completude ou plenitude, apenas em Cristo temos todas as nossas demandas satisfeitas.


“Oro para que, com as suas gloriosas riquezas, ele os fortaleça no íntimo do seu ser com poder, por meio do seu Espírito, para que Cristo habite em seus corações mediante a fé; e oro para que vocês, arraigados e alicerçados em amor, possam, juntamente com todos os santos, compreender a largura, o comprimento, a altura e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo que excede todo conhecimento, para que vocês sejam cheios de toda a plenitude de DeusEfésios 3:16-19.


Sonhamos, ora realizamos, ora nos frustramos, mas o Senhor permanece o mesmo em todos os momentos e tem sempre o controle da nossa vida. Ele tem o poder de converter até o mal em bem, e de nos manter firmes em águas turbulentas. Jesus deve ser sempre o centro da nossa existência, pois só nEle alcançamos o propósito da nossa existência.


Contudo, esse não é nem de longe um convite à inércia ou à apatia, já que tudo está nas mãos de Deus. De fato, o Senhor rege o universo, mas nós temos a nossa responsabilidade por aquilo que fazemos ou deixamos de fazer. A intenção aqui é que possamos ter consciência que cocriamos com Jesus à medida que somos transformados pelo seu imenso amor e auxiliamos no seu plano redentor. Entretanto, a força não está em nós; a força é Ele.

Devemos agir com as ferramentas que temos, com o entendimento que temos, mas não podemos acreditar que somos o guia da nossa própria existência, porque essa crença gerará uma falsa sensação de controle que, posteriormente, será transformada em ansiedade e aflição. Por isso, faça planos, mas não os torne ídolos no seu coração. Faça planos, mas convide diariamente o Senhor para fazer parte de cada um deles, afinal, Ele é eternamente bom e nos concede além do que merecemos.


“Àquele que é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós, a ele seja a glória na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, para todo o sempre! Amém!” Efésios 3:20-21


Que ao longo de todo esse ano, o Senhor conceda sabedoria aos nossos corações, e que sejamos plenos na compreensão da Sua vontade para as nossas vidas. E que assim como Moisés, nós possamos diariamente dizer: "Se não fores conosco, não nos envies” - Êxodo 33:15.


Por Camilla Melo