13 - A disciplina que gera relacionamento


Peçam, e será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta será aberta. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e àquele que bate, a porta será aberta.

Mateus 7.7-8


A prática da oração é vital para a vida cristã, no entanto, muitas vezes, principalmente no começo, pode se tornar algo difícil de se fazer. De fato, existem muitos mitos que rondam a oração e acabam complicando nosso relacionamento com Deus, e um momento que era para ser tão belo pode se tornar um peso em nossa vida. Então, hoje quero conversar com você sobre essa disciplina espiritual e como ela muda o nosso relacionamento com Deus.


Para começar, pense: como você se relaciona com as pessoas ao seu redor? Conversando com elas, certo? Bom, a oração é basicamente isso, é uma conversa com Deus! E eu tenho certeza de que quando você está conversando com seus amigos, não é apenas você quem fala, não é mesmo? Pois é, Deus também deseja falar com você, então, ao orar, esteja com o coração sensível a ouvir a voz do Senhor. Agora, pense novamente em quando você está conversando com seus amigos, por acaso você escreve todas as palavras que você irá falar com eles antes e fica repetindo várias e várias vezes coisas que você já havia falado ou é uma conversa espontânea? Eu realmente espero que seja espontânea. Em suas orações, você também deve ser espontâneo, pois Deus deseja conversar com você assim! Leia o que está escrito em Mateus 6.7-8: “E, quando orarem, não fiquem sempre repetindo a mesma coisa, como fazem os pagãos. Eles pensam que por muito falarem serão ouvidos. Não sejam iguais a eles, porque o seu Pai sabe do que vocês precisam, antes mesmo de o pedirem”. Veja, a oração é uma conversa com o seu Pai, você não precisa ter medo de errar palavras ou então contar coisas que você acha que para ele serão desnecessárias, Ele é um Bom Pai e deseja ouvir tudo sobre sua amada filha!


Outro ponto que acho importante abordar com você é que: oração envolve fé! Como assim? Bom, nós não vemos ou tocamos o nosso Senhor, logo você realmente precisa acreditar e confiar que Deus está ouvindo sua oração (quem nunca já orou e pensou que Deus não estava escutando, não é mesmo?). “Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam” (Hebreus 11.6). E aqui entra uma questão que atrapalhou por muito tempo a minha vida de oração: eu achava que quando orava eu deveria “sentir” Deus, caso eu não sentisse nada, significava que eu não estava sendo “espiritual” o suficiente ou que Ele realmente não estava me ouvindo. Não quero que você passe pelo mesmo erro que eu, então entenda que nem sempre você irá sentir algo, mas tenha a certeza de que você não está sozinha. E claro, muitas vezes você não vai sentir nem mesmo vontade de orar, no entanto, é nesses momentos que você deve ficar ainda mais próxima de Deus, ore mesmo sem vontade!


Eu realmente espero que esse devocional tenha feito você ver que a oração é uma das práticas espirituais mais lindas e te lembrar que nela você pode ser quem você realmente é na presença do seu Pai! Que tal terminar esse devocional orando, conversando com o seu Pai, dizendo para Ele o quanto você é grata por hoje e mostrando para Ele quais estão sendo as suas dificuldades nessa área da sua vida? Graças ao sacrifício de Jesus, você pode orar com a certeza de que Ele está te ouvindo. Vá logo, Ele está te esperando no lugar secreto!


Por Heloísa Galdino