Buscar

08 - A honra e o lar

“Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus." Mateus 5:16


“Filhos, obedeçam a seus pais no Senhor, pois isso é justo. "Honra teu pai e tua mãe", este é o primeiro mandamento com promessa: "para que tudo te corra bem e tenhas longa vida sobre a terra". Efésios 6:1-3


Na época em que vivemos é extremamente comum nos depararmos com as más notícias nos jornais. A cada dia que se passa tornam-se mais frequentes as manchetes de filhos que roubam, batem, abandonam e matam seus próprios pais. Pode-se dizer que o mundo está um verdadeiro caos e, valores anteriormente indispensáveis, hoje em dia estão cada vez mais difíceis encontrar.


Durante o sermão do monte, Jesus falava aos seus seguidores que eles eram a luz do mundo e que uma luz deve ser colocada em lugar apropriado, para que todos sejam iluminados por ela. Ser um verdadeiro discípulo de Cristo começa primeiro em nossos lares. As ruas precisam de nós, os amigos, os templos, as praças, as empresas, as escolas, todo o mundo precisa da luz de Cristo, mas a mudança começa em nossas casas e famílias.


O primeiro mandamento com promessa feito por Deus foi “Honra teu pai e tua mãe” e, diante das loucuras e correria do dia-a-dia, é fácil se esquecer disso. Quando o assunto é a nossa família, as coisas podem ficar um pouco mais complicadas... Nem sempre nossos pais são “merecedores” de honra, nem sempre eles acertarão conosco, concordarão com nossas ideias, nos ajudarão quando precisarmos, dirão palavras amáveis ou nos apoiarão, mas mesmo assim, o mandamento de Jesus é de honrá-los. Honrá-los, mesmo que não sejam cristãos. Honrá-los mesmo quando nos machucaram. Honrá-los mesmo quando o que nós menos queremos fazer no mundo é honrá-los.


Honrar os pais vai muito além de um “demonstrar respeito” quando estamos em casa, ou diante da presença deles. Honrar aos pais consiste em ser grato por tudo o que eles fizeram, e dar valor à vida deles. Honrar aos pais significa reconhecer e aceitar a autoridade deles sobre nossas vidas, entendendo que foi Deus quem os escolheu para serem nossos pais. Se Jesus se sujeitou à autoridade de seus pais terrenos, porque nós faríamos diferente? (Lucas 2;51). Honrar aos pais é não desrespeitá-los com palavras ou ações, é não xingá-los ou falar mal deles, mesmo que eles não venham a descobrir. Honrar aos pais é cuidar deles quando necessário, não desampara-los ou abandoná-los, pois “quem não provê o necessário para os seus, renega a fé” (1 Timóteo 5;8).


Ser luz em um mundo de trevas significa ser como Jesus. Significa levar e espelhar a semelhança de Deus em todos os lugares por onde andarmos. Ser semelhança do Senhor vai muito além de um corpo ou de uma aparência física, é ter um caráter como o dEle e buscar, dia após dia, se tornar cada vez mais parecido, é deixar que Jesus viva através de nós e que sua luz resplandeça onde há trevas. Ainda que nosso esforços não sejam humanamente reconhecidos, ou pareçam não “surtir efeito”, é preciso ter em mente que Deus nos vê e que fomos chamadas para brilhar a sua luz, independente das circunstancias em que nos encontramos.


Para refletir:

1- Você tem honrado seus pais?

2- Se sim, como poderia aperfeiçoar isso? Se não, o que tem te impedido?


Por Maria Eduarda Batistetti

© VEM E VAMOS 
created by Danielli Cadore
 

  • Preto Ícone Spotify

DANIELLI CADORE

Obrigada por estar aqui!
me acompanhe no instagram
  • Instagram