top of page

Mateus 6.25-34 – As preocupações da vida

6.25 Preocupação pecaminosa

"Portanto eu lhes digo: não se preocupem com suas próprias vidas, quanto ao que comer ou beber; nem com seus próprios corpos, quanto ao que vestir. Não é a vida mais importante do que a comida, e o corpo mais importante do que a roupa?”


A palavra utilizada nesse texto, que pode ser traduzida como “ansiedade” ou “preocupação”, nos traz o significado de não nos distrairmos com o dia de amanhã. Quando nos preocupamos com o amanhã, perdemos o foco do momento presente, e não vivemos o presente de maneira correta diante de Deus.

Com certeza esse texto não é um incentivo à imprudência, mas sim um incentivo para que façamos o que devemos fazer hoje sem preocupação e ansiedade, pois podemos confiar no cuidado de Deus. Podemos plantar confiando que o Senhor trará a chuva. Podemos fazer a nossa parte e descansar na provisão do Senhor.

A crítica de Jesus se refere à preocupação pecaminosa, que revela um coração que não confia no Senhor. Essa preocupação tira o nosso foco do que Deus está fazendo hoje, nos impedindo de desfrutar as bençãos de Deus no presente.


6.26-30 As aves do céus e os lírios do campo

"Observem as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros; contudo, o Pai celestial as alimenta. Não têm vocês muito mais valor do que elas? Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida? Por que vocês se preocupam com roupas? Vejam como crescem os lírios do campo. Eles não trabalham nem tecem. Contudo, eu lhes digo que nem Salomão, em todo o seu esplendor, vestiu-se como um deles. Se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada ao fogo, não vestirá muito mais a vocês, homens de pequena fé?”


Os exemplos da natureza utilizados por Jesus nos mostram que mesmo as aves e os lírios sendo incapazes de semear e colher, trabalhar e tecer, eles não vivem preocupados, pois são alimentados e vestidos por Deus. Novamente, esse não é um exemplo de ociosidade, mas de descanso no Senhor.

Um destaque importante desse texto é o ato de olhar. Muitas das nossas preocupações tem a ver com não olhar para Deus e não observar a ação de Deus, cuidando e sustentando a nossa vida, da mesma maneira que ele cuida e sustenta as aves do céu e os lírios do campo.


6.31-34 O descanso no Senhor

"Portanto, não se preocupem, dizendo: ‘Que vamos comer?’ ou ‘que vamos beber?’ ou ‘que vamos vestir?’ Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas. Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas. Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã se preocupará consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal.”


Jesus compara a preocupação do amanhã com viver como um pagão, ou seja, como alguém que não crê em Deus e na sua ação. Quem conhece a Deus não deve se preocupar, e pode descansar. Quem não tem onde descansar vive preocupado. Você consegue confiar no Senhor a ponto de descansar sabendo que Ele agirá?


Ainda, tirando o foco das coisas terrenas, Jesus diz que a prioridade dos seus seguidores deve ser o Reino de Deus. Portanto, mais do que nos preocuparmos com o que comer ou vestir, devemos dedicar a nossa vida em ser uma oferta agradável a Deus.


Da mesma forma que os exemplos da natureza citados por Jesus, nós não devemos viver ansiosos. As aves e os lírios dependem de Deus, e o Senhor não falha com eles. Devemos crer que Deus faz o mesmo conosco, por isso, não há motivos para vivermos ansiosos ou preocupados com o dia de amanhã. Podemos descansar sabendo que Deus cuida de nós.


Não importa o quão preocupados estamos, a nossa vida depende do Senhor, e não de nós mesmos. Faça a sua parte, plante e esteja disposto a colher, mas saiba que o sol e a chuva provêm do Senhor. Não viva acreditando que a sua vida depende de você, ela depende de Deus, é nisso que você pode descansar.


(Esse texto não está falando de ansiedade patológica. Se você sofre com a ansiedade em sua vida diária e sabe que isso não é uma questão de falta de confiança em Deus, não tenha medo de buscar ajuda profissional)


Autoria: Danielli Cadore

Revisão: Rafael Loureiro






BÍBLIA DE ESTUDO DA FÉ REFORMADA. Tradução de João Ferreira de Almeida – Edição Revista e Atualizada. São Paulo: Editora Fiel, 2021.

FERGUSON, Sinclair. O Sermão do Monte. São Bernardo do Campo: Editora Trinitas, 2019.

LLOYD-JONES, D. Martyn. Estudos no Sermão do Monte. São Paulo: Editora Fiel, 1984.

PFEIFFER, Charles. Comentário Bíblico Moody: Volume 2. São Paulo: Editora Batista Regular, 2019.

PINK, A. W. As Bem-aventuranças. São Paulo: O Estandarte de Cristo, 2022.

WESLEY, John. Comentário Bíblico.

WESLEY, John. O Sermão do Monte. São Paulo: Editora Vida, 2012.

WIERSBE, Warren. Comentário Bíblico Expositivo: Novo Testamento: Volume I. São Paulo: Geográfica editora, 2006.

1 opmerking


Gast
05 nov. 2023

Lindo texto. Muito bem interpretado. Parabéns aos autores.

Like
bottom of page