top of page

Mateus 5.38-42 – Descansando na justiça de Deus

5:38 A retribuição injusta

"Vocês ouviram o que foi dito: ‘Olho por olho e dente por dente’.”


Nesse texto, que segue o exemplo dos textos anteriores, Jesus está dando a interpretação perfeita sobre a lei, e nos ensinando a viver de uma nova forma diante do mundo. Apesar de a vingança parecer um tema distante para o cristão, nesse texto Jesus mostra como podemos estar, mesmo sem intenção, praticando a vingança para com o nosso próximo.


Os textos citados por Jesus aparecem no Antigo Testamento como delimitadores da vingança. Dessa forma, a lei não era uma normativa que exigia a prática da vingança, mas sim, uma forma de limitar a maneira como alguém poderia retribuir aquilo que havia sofrido.


A necessidade desse tipo de limitador já evidencia a pecaminosidade humana, que na busca por justiça própria, muitas vezes exagera em suas reações. Quantas vezes, diante de uma situação injusta, não nos excedemos com a desculpa de defesa própria?


Jesus nos chama a confiar na justiça do Senhor, e a trocar a vingança por graça. Da mesma forma que recebemos graça de Deus, sem merecer, devemos retribuir com graça mesmo aqueles que julgamos não merecedores.


5:39 A outra face

"Mas eu lhes digo: Não resistam ao perverso. Se alguém o ferir na face direita, ofereça-lhe também a outra.”


Ao entendermos que o tapa no rosto mencionado aqui por Jesus é uma demonstração extrema de insulto e desprezo, podemos compreender que o Mestre está nos ensinando a não revidar mesmo diante das maiores ofensas. Ao fazer isso, demonstramos que não somos iguais a quem nos ataca, pois descansamos na justiça e fidelidade do Senhor.


Apenas será possível responder a uma ofensa com graça quando confiarmos em Deus. Uma pessoa que está sempre pronta a “pagar com a mesma moeda”, ou até mesmo a reagir de forma exagerada, demonstra que não vive de maneira a confiar no Senhor. Esse tipo de atitude nos fere interiormente muito mais do que algo externo poderia nos ferir, pois nos transforma em pessoas piores do que aquelas que nos ofendem.


5:40-42 Reagindo com graça

"E se alguém quiser processá-lo e tirar-lhe a túnica, deixe que leve também a capa. Se alguém o forçar a caminhar com ele uma milha, vá com ele duas. Dê a quem lhe pede, e não volte as costas àquele que deseja pedir-lhe algo emprestado.”


Nos tempos de Jesus, os soldados romanos tinham autoridade para dar ordens aos judeus. É o que acontece, por exemplo, quando soldados forçam Simão a carregar a cruz de Jesus (Mc 15.21). Esse tipo de ordem era vista como extremamente humilhante para o povo judeu.


Nesse texto, o que Jesus está dizendo é que, caso alguém fosse ordenado a algo, devia fazer além daquilo que foi ordenado. Dessa forma, o povo de Deus estaria demonstrando a quem, verdadeiramente, se submete. Os romanos poderiam até mandá-los obedecer a alguma ordem, mas a submissão era a Deus, que os chamava a reagir com graça a quem os humilhava.


Ao reagirmos com graça, aquilo que parece um insulto tão grande perde o seu impacto. O cristão não vive com base na vingança, mas vive com base na graça. O verdadeiro seguidor de Jesus não retribui o mal com o mal, mas retribui o mal com o bem.


A boa notícia do evangelho é que podemos nos arrepender pelas vezes em que retribuímos o mal com o mal, e descansar pelos momentos em que retribuímos o mal com o bem. A nossa justiça está submissa ao julgamento de Deus, que julga de forma perfeita, reta e boa.


Autoria: Danielli Cadore

Revisão: Rafael Loureiro





BÍBLIA DE ESTUDO DA FÉ REFORMADA. Tradução de João Ferreira de Almeida – Edição Revista e Atualizada. São Paulo: Editora Fiel, 2021.

FERGUSON, Sinclair. O Sermão do Monte. São Bernardo do Campo: Editora Trinitas, 2019.

LLOYD-JONES, D. Martyn. Estudos no Sermão do Monte. São Paulo: Editora Fiel, 1984.

PFEIFFER, Charles. Comentário Bíblico Moody: Volume 2. São Paulo: Editora Batista Regular, 2019.

PINK, A. W. As Bem-aventuranças. São Paulo: O Estandarte de Cristo, 2022.

WESLEY, John. Comentário Bíblico.

WESLEY, John. O Sermão do Monte. São Paulo: Editora Vida, 2012.

WIERSBE, Warren. Comentário Bíblico Expositivo: Novo Testamento: Volume I. São Paulo: Geográfica editora, 2006.

Comments


bottom of page