top of page

A esposa de Ló – Pare de olhar para trás

Prossiga para o alvo

"Mas a mulher de Ló olhou para trás e se transformou numa coluna de sal.” Gênesis 19.26


A história da esposa de Ló nos é apresentada em Gênesis 19, e acontece de forma paralela à história de Abraão e Sara. A Bíblia nos diz, em Gênesis 18, que o Senhor observa a situação de Sodoma e Gomorra e planeja destruir as cidades devido à sua pecaminosidade, o que é comprovado através da visita que dois anjos fazem à Sodoma no capítulo seguinte. Ao raiar do dia os anjos tiram Ló, sua esposa e filhas da cidade com a ordem de não olhar para trás (Gn 19.17).


Quando chegam à Zoar, o sol já havia nascido, e nesse momento o Senhor fez chover do céu fogo e enxofre sobre Sodoma e Gomorra, destruindo todos os habitantes daquela cidade. A mulher de Ló, no entanto, desobedeceu a ordem de não olhar para trás, e foi transformada em uma coluna de sal, se tornando semelhante àqueles que estavam nas cidades, onde restou apenas sal e ervas daninhas (Sf 2.9).


A história terminou assim, mas ainda foi lembrada em Lucas 17.32-33 por Jesus para advertir sobre a insensatez de reagir com desobediência diante do juízo de Deus: Lembrem-se da mulher de Ló! Quem tentar conservar a sua vida a perderá, e quem perder a sua vida a preservará.


Os ensinamentos da esposa de Ló


A consequência da desobediência

A esposa de Ló nos ensina sobre a consequência que a desobediência causa em nossa vida. Ela já estava distante de Sodoma com seu marido e filhas quando recordou daquilo que estava abandonando, mas o seu desejo de olhar para a destruição roubou a sua obediência, e ela pagou com a própria vida, se tornando semelhante àqueles que foram destruídos. Não viva presa ao lugar de onde o Senhor já te tirou e ordenou que você saísse. Enquanto continuar olhando para aquilo que desagrada ao Senhor você continuará presa e incapaz de desfrutar do novo lugar que Deus quer te dar.


A necessidade de desvincular-se do passado

Ao desejar observar o que estava acontecendo em Sodoma e Gomorra, a esposa de Ló demonstra que não havia se desvinculado do seu passado. O seu passado não tem o poder de te prender, de te impedir de seguir em frente, mas é escolha sua continuar presa olhando para ele. O que foi feito não pode ser desfeito, as coisas são como são, mas você pode recomeçar e ter uma nova vida no Senhor.


Não olhe para trás! Prossiga para o alvo!

Não é possível afirmar que se vivermos olhando para trás seremos transformadas em uma estátua de sal, mas com certeza morreremos para o presente. Nós podemos estar presas ao passado de diversas maneiras, seja por culpa, saudade, vaidade, posses ou algo que fizeram contra nós, lamentando por aquilo que não mais nos pertence. Porém, quando voltamos os nossos olhos para a terra para qual Deus está nos levando, compreendemos que Ele tem poder para refazer e restaurar o nosso passado.


A esposa de Ló perdeu sua vida por olhar para trás. O que você está perdendo por viver presa àquilo que o Senhor já lhe tirou? Quando estamos em Cristo, o passado não é ignorado, mas deixa de ser uma prisão, assim podemos nos arrepender, aprender, e caminhar em direção ao lugar que Deus nos chama a estar. Não olhe para trás, olhe para o hoje e prossiga para o alvo, vivendo em obediência e amor.


Autoria: Danielli Cadore

Revisão: Rafael Loureiro





Referências base:

BÍBLIA DE ESTUDO DA FÉ REFORMADA. Tradução de João Ferreira de Almeida – Edição Revista e Atualizada. São Paulo: Editora Fiel, 2021.

WALTON, John. Comentário histórico e cultural da Bíblia: Antigo Testamento. São Paulo: Vida Nova, 2018.


Kommentarer


bottom of page