Buscar

23 - O Contágio da Murmuração

Murmurar, segundo o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, é: “1. Dizer em voz baixa, segredar; 2. Produzir murmúrio ou sussurro; 3. Queixar-se em voz baixa; 4. Falar mal de alguém ou de alguma coisa”.¹


O ser humano tem a tendência de murmurar. Reclamamos se o clima está muito quente, mas se está muito frio também. Quando está muito tempo sem chover, reclamamos da seca. Mas quando começa a chuva, reclamamos que estragou o nosso rolê. Reclamamos até com o desconhecido da fila do banco sobre a espera longa ou que o atendimento é péssimo. Queixamos do nosso chefe, do nosso colega de trabalho, das circunstâncias da nossa vida e até de Deus e quando vemos, o pecado da murmuração nos acompanha sutilmente sem percebermos.


Em Filipenses 2.14, Deus ordena: “Fazei tudo sem murmurações nem contendas”. Ele deixa claro, de uma forma direta, que a prática de reclamação não deve estar presente na vida cristã. A murmuração não glorifica a Deus e a Palavra nos orienta a fazer todas nossas ações para a glória dEle (1 Coríntios 10.31). Além disso, a murmuração mostra um coração ingrato, que ao invés de olhar para as infinitas e grandes coisas que Deus tem dado para nós, focamos em problemas isolados e muitas vezes, até irrelevantes.


A murmuração cansa. Ninguém aguenta ficar perto de uma pessoa que só reclama da vida e que o único assunto é criticar as pessoas ao redor, queixar dos problemas e mostrar como sua própria vida é ruim e difícil. Infelizmente, essas pessoas afastam as outras de perto e acabam sozinhas. Porém, contraditoriamente, a murmuração também contagia. Normalmente, assim que alguém começa a murmurar todos em volta se juntam à essa pessoa e logo vira uma rodinha de desvio da glória de Deus. E isso é algo comum, que nem notamos, porém, incentivamos.


Mas então isso quer dizer que nunca podemos reclamar de nada, inclusive de coisas que estão erradas? Não. A realidade é que precisamos fazer tudo de forma que glorifique a Deus. Inicialmente, o primeiro que precisa saber das nossas queixas é o Nosso Pai, precisamos abrir nossos corações a Ele e dizer o que tem nos trazido inquietação. A seguir, iremos tratar nosso problema ou queixa com quem pode resolver nossa questão de maneira mansa e educada, sem alarde ou exaltação. A maioria dos problemas são resolvidos com uma boa comunicação. Em Provérbios 10.19 podemos ler que “Quando são muitas as palavras o pecado está presente, mas quem controla a língua é sensato.” Aprenda a domar sua língua e suas palavras.


Já os outros tipos de murmuração como reclamar do clima, da fila, do almoço e outras coisas banais, tente tirar isso do seu dia a dia e trabalhe um coração grato. Lembre-se que a murmuração não é necessária, não edifica e não transmite graça, logo, não deve sair da nossa boca. (Efésios 4.29) Desafio você a ser uma pessoa que corte a teia da murmuração. Que a próxima vez que você ouvir alguém murmurando, que você possa mudar de assunto ou trazer a essa pessoa uma palavra de gratidão, não deixando o contágio da murmuração se espalhar.


Por Maressa Lopes


¹ "murmurar", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/murmurar [consultado em 03-11-2020].

© VEM E VAMOS 
created by Danielli Cadore
 

  • Preto Ícone Spotify

DANIELLI CADORE

Obrigada por estar aqui!
me acompanhe no instagram
  • Instagram