Buscar

19 - O valor de descobrir quem você é

Hoje eu quero começar esse texto te fazendo uma pergunta: quantas vezes você deixou de valorizar quem você é por querer ser uma pessoa totalmente diferente? Bem, eu já fiz isso inúmeras vezes, e, em todas elas, era porque eu não sabia apreciar a pessoa que Deus tinha me tornado e, assim, acabava invejando muitas pessoas que estavam ao meu redor, porém, sem querer pagar o preço que elas haviam pago.


Se formos observar o significado literal da palavra inveja, ela significa: “desgosto provocado pela felicidade ou prosperidade alheia”. Sendo assim, toda vez que eu me irrito ou fico triste por ver as conquistas do meu próximo, eu o estou invejando. O que muitas vezes não paramos para prestar atenção, é que esse sentimento é gerado inconscientemente.


Salomão certa vez disse que a inveja é um sentimento que apodrece os ossos (Provérbios 14:30), mas, como assim? Quer dizer que vou ter osteoporose se tiver inveja? Não! Na verdade, essa figura de linguagem mostra que a inveja enfraquece a estrutura do ser, tornando-o vulnerável. Essa vulnerabilidade pode se manifestar de inúmeras formas, mas, a principal delas, é a infelicidade. A pessoa invejosa não é feliz.


Quando Caim decidiu matar o seu próprio irmão, o sentimento que mais predominava o seu coração ao ver Abel sendo elogiado por Deus não era o orgulho, a felicidade ou qualquer outra coisa parecida, o que realmente habitava em seu coração era a inveja de não ser como ele, mas, ainda que ele quisesse se tornar parecido ao seu irmão, ele não estava disposto a fazer aquilo que ele fazia.


Mas, então, como ser livre desse sentimento? Veja bem, tenha certeza que, em nossos dias aqui na terra, seremos tentados a ter inveja, mas, o que se tornará a diferença da ação, é como você reagirá a ela. Primeiro de tudo, reconheça o sentimento, não tente escondê-lo de Deus como se ele não soubesse disso. Ele sabe de tudo, desde o que você pensa até a forma como externa isso.


Sendo assim, fale com o Senhor e peça perdão por ter permitido que a inveja se instalasse em seu coração, pois como Paulo um dia disse em sua carta, Estou crucificado com Cristo. Não sou mais eu que vivo, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé no Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim. ” Gálatas 2:20.


Entenda que grandes coisas o Senhor fará para aqueles que o amam e o servem, portanto, Ele também tem benção e misericórdia infinita para você, contudo, a forma como será expressada vai corresponder de forma individual e única com o seu processo e a sua vida.


E, acima de tudo, lembre-se que quando vivemos de acordo com a nossa fé, podemos vencer as tentações de sermos invejosos e crescer em contentamento e gratidão. Se você sente inveja de algo ou de alguém: ore por cura, ocupe a mente em algo que te faça crescer. Inveja é atraso e isso não cabe na vida do cristão.


Amém? Que Deus te abençoe.


Por Bianca Leal