Buscar

17 - Não cobiçarás a vida do teu semelhante

O que seria a inveja senão uma vontade profunda de ter e viver a vida de outra pessoa, seja num determinado contexto ou de modo geral? A verdade mesmo é que, todos nós, em algum momento, já fomos invejosos. O problema maior da questão talvez seja: “o que eu faço com a inveja que sinto?”


O próprio Deus, em sua Palavra, vem até nós nos advertir sobre os perigos do desejo exacerbado pela vida de outra pessoa. Veja:

Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem seus servos ou servas, nem seu boi ou jumento, nem coisa alguma que lhe pertença.” (Êxodo 20:17)


A exortação de Deus para nós é que, para que tenhamos uma vida plena em comunidade, que nos atentemos ao perigo de desejar de maneira negativa aquilo que os nossos irmãos possuem.


Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti: aqueles que praticam essas coisas, não herdarão o Reino dos Deus.” (Gálatas 5:19-21)

Paulo está a nos advertir sobre os perigos das obras da carne, dentre eles a inveja. Sabemos o quão difícil é perceber em nós as fraquezas da nossa natureza caída, o quão difícil é perceber em nós que há mazelas perigosas e que, sem a graça de Deus, elas jamais poderão ser aniquiladas.


Sabemos que todos nós somos pecadores e necessitamos do poder gracioso de Deus para nos libertar de certos sentimentos, como a inveja. Se estamos cultivando em nós o desejo negativo de ter a vida do outro, de ter quaisquer coisas que sejam, que possamos pedir a Deus a sabedoria necessária para enfrentar tal dificuldade. Sei que pode ser difícil admitir e mostrar para os outros esse pecado tão amargo, mas, para que possamos receber perdão de Deus, precisamos falar sobre isso. Precisamos contar aos outros sobre os nossos pecados domesticados, para que eles, sabendo que temos também muito pecados, não se sintam as piores pessoas do mundo. Todos nós carregamos mazelas que não temos coragem de dizer publicamente. Mas, quando abrimos o nosso coração para o nosso Pai que está nos céus, Ele atende à nossa prece e nos ensina a caminhar através da Sua Palavra poderosa e preciosa.


Através do amor de Deus em nós é que podemos enfrentar os perigos constantes dessa vida. O nosso homem caído ainda continua a levantar-se todos os dias para atormentar, por este motivo, precisamos estar fortes na Palavra de Deus.



Diante disso, se você sente que está nutrindo dentro de si o amargor da inveja, peça a Deus para que a Sua graça o revista, para que Ele tenha misericórdia e te ajude a superar esse sentimento. Ele te dará forças para suportar os dissabores dessa vida e seguir pelo caminho da retidão.


Pois onde há inveja e ambição egoísta, aí há confusão e toda espécie de males.” (Thiago 3:16)


Por Thatyane Pereira

© VEM E VAMOS 
created by Danielli Cadore
 

  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone Spotify

DANIELLI CADORE

Obrigada por estar aqui!
me acompanhe no instagram
  • Instagram