13 - Entregando a Deus

"Na manhã seguinte, quando Jacó acordou, viu que era Lia. Então Jacó perguntou a Labão: "O que o senhor fez comigo? Trabalhei sete anos por Raquel! Por que o senhor me enganou?" (Gênesis 29:25)


Jacó havia trabalhado arduamente sete anos para se casar com Raquel. Debaixo de chuva e sol, no intenso frio do inverno e no forte calor do verão. Ao final desse período, ele finalmente se casaria com a mulher que tanto amava certo? Errado! Na lua de mel, Jacó é enganado por seu sogro Labão e no lugar de Raquel, entrega Lia para ser sua esposa.


Podemos imaginar o sentimento que tomou conta de Jacó naquele momento: frustração! Quando lutamos tanto para atingir um objetivo e não conseguimos alcançá-lo, nos sentimos frustradas e desanimadas. A frustração faz parte de nossa vida e não existe ninguém que não tenha experimentado tal sentimento.


Então o que fazer quando nos deparamos com a desesperança? Para onde os nossos olhos se voltam diante das expectativas não alcançadas? Temos que entregá-las a Deus! O Senhor deseja que lancemos todo o nosso fardo emocional sobre Ele para sermos curadas. Carregar sentimentos negativos é como puxar uma mala pesada ao invés de usar as rodinhas; é um peso desnecessário.


Aceite o que não deu certo. Encare os planos que não saíram como o planejado. Liberte-se do sentimento de culpa. Entregue a Deus essa frustração e siga em frente. Deus é Deus de recomeços! Ele quer que você saia desse lugar de autocomiseração e de olhar constantemente para o passado se lamentando pelo que não aconteceu.


Jacó não desistiu de Raquel. Ele aceitou trabalhar por mais sete anos para tê-la como esposa (v.28). Não devemos desistir ante as lutas e dificuldades. O que cabe a Deus fazer, Ele fará. E a nossa parte, Ele espera que nós a façamos. Vamos olhar com esperança para o futuro e para aquilo que o nosso Pai está fazendo. Deixamos o que passou para trás e vamos avançar para aquilo que está adiante de nós!


Por Lais Sousa