Buscar

12 - Tetelestai

Certa vez Jesus contou uma história para uma grande multidão que lhe acompanhava. Ele falou: "Qual de vocês, se quiser construir uma torre, primeiro não se assenta e calcula o preço, para ver se tem dinheiro suficiente para completá-la? Pois, se lançar o alicerce e não for capaz de terminá-la, todos os que a virem rirão dele, dizendo: ‘Este homem começou a construir e não foi capaz de terminar’. (Lucas 14:28-30 NVI).


É verdade que pelo contexto da passagem no capítulo completo, quando Jesus usou essa ilustração, Ele se referia ao preço de segui-lo, à renúncia do nosso eu e das coisas dessa era que muitas vezes tomam o nosso coração, à perseguição e as injúrias que um discípulo dEle pode vir a passar. Ele discursava para as pessoas compreenderem a seriedade dessa escolha e se estavam mesmo dispostos arcar com o preço dela.


Mas refletindo sobre os versículos acima, fiquei pensando: quantas vezes começamos a construir empreendimentos na nossa vida sem pensar o quanto eles irão nos custar? São empreendimentos alicerçados em nossa vontade própria, prazeres carnais desenfreados e no que o mundo, que não conhece a Deus, nos ensina.


Lançamos os fundamentos do pecado e começamos a erguer sobre ele as paredes tortas. Quando percebemos o quanto está nos custando é um grande prejuízo que não temos como arcar. Já fomos longe de mais. É um alto preço.


Infelizmente a sexualidade de muitas pessoas tem se fundamentado assim. Em algumas vezes por decisão de viver do seu próprio jeito, ao escolher o discurso desse mundo. Outras, tristemente tiveram seus alicerces lançados erroneamente antes mesmo de conseguir impedir o que estava acontecendo. Foram vítimas de abusos sexuais que causaram comportamentos danosos e apresentadas ao sexo de uma maneira totalmente deturpada. E ainda, aqueles(muitos) que não tiveram o privilégio de ser ensinados, seguindo apenas a repetição do padrão que viram ao seu redor.


Pornografia, masturbação, sexo antes e/ou fora do casamento, prostituição, lascívia e tantos outros provenientes de uma sexualidade desviada do padrão bíblico são como tijolos de uma construção condenada que somente geram prejuízos físicos, emocionais e mais ainda, espirituais. São cobrados de nós com o passar do tempo e geralmente a longo prazo. Quem poderá arcar com tão alto preço? Parece não haver saída.


Pode você ter se identificado por estar vivenciando alguma dessas realidades, mas o texto não é para te condenar, pelo contrário, é para dizer que sobre o custo que está saindo caro de mais para você, o preço do seu pecado o qual você não tem condição de lidar, existe Alguém que o pôde pagar.


“Tetelestai”! É essa a expressão no grego que representa o que Jesus proferiu quando cravado na cruz do Calvário em sacrifício pelos nossos pecados. Ele falou: “está consumado”, “o preço foi pago”. “Tetelestai”! (João 19:30). A dívida que estava no meu e no seu nome foi retirada porque Ele a pagou! Ele arcou com os custos da nossa desobediência nos empreendimentos mal planejados. “Tendo cancelado o escrito de dívida, que era contra nós e que constava de ordenanças, o qual nos era prejudicial, removeu-o inteiramente, encravando-o na cruz.” (Colossenses 2:14 ARA).


Você não precisa mais caminhar com o peso do preço dessa dívida. Existe esperança de um recomeço. Temos a liberdade para escolher reconstruir de uma maneira diferente, agora, sobre um firme alicerce que é Cristo! (Lucas 6:48/ 1ª Coríntios 3:11). Derrubar as paredes da estrutura antiga vai ser uma tarefa árdua e talvez demorada, mas não desista, há uma obra muito mais excelente a ser edificada em você!


Por Jeane Chaves Ramos

© VEM E VAMOS 
created by Danielli Cadore
 

  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone Spotify

DANIELLI CADORE

Obrigada por estar aqui!
me acompanhe no instagram
  • Instagram