Buscar

04 - Não era para ser assim

“Muitos são os planos no coração do homem, mas o que prevalece é o propósito do Senhor.” Provérbios 19:21


Você já olhou para algum momento da sua vida e pensou “não era pra ser assim...”?


Aqui estamos nós, em dezembro de 2020, e muitas coisas não saíram como o esperado. Ao olhar para trás é fácil pensar “não era pra ser desse jeito”. Com certeza algumas coisas saíram dos planos: as aulas, o trabalho (ou a falta dele), viagens canceladas, conferências desmarcadas, encontros adiados, estabelecimentos fechados, igrejas on-line, afastamento e isolamento social. Definitivamente, no fim de 2019, não esperávamos que o ano de 2020 fosse assim.


Junto com as constantes mudanças, sejam elas de cenário, físicas ou emocionais, é quase impossível não se frustrar... Ao olhar as datas importantes marcadas no calendário e os planos que havíamos feito, é difícil dizer que tudo ficou bem e que, nem por um instante, nos chateamos com a situação.


Talvez esse ano tenha sido o mais difícil da sua vida, com perdas inestimáveis. Em outros casos, talvez ele nem tenha sido tão difícil assim. Independente disso, de uma coisa estou certa: Deus nunca perdeu o controle das nossas vidas. A verdade é que, provavelmente, nós estivéssemos agarradas ao controle e, quando vimos que não tínhamos nenhum poder sobre nada, ficamos tremendamente abaladas e frustradas.


Muito possivelmente você não seja mais a pessoa que era no início do ano e, ainda que não consiga entender o porquê do Senhor ter permitidos certas coisas, tudo sempre cooperou para o seu bem. Passar pelos momentos bons com o Senhor é maravilhoso, mas passar pelo vale com Ele é transformador. Ainda que, em nossas mentes reverbere a frase “não era pra ser assim”, Deus já sabia exatamente o que aconteceria conosco, em cada um dos nossos dias. Ele permitiu, mas também nunca saiu do nosso lado. Sobrevivemos. Chegamos até aqui. Não por nós, mas por que Ele nos sustentou.


As frustrações podem nos cegar para a Presença de Deus, para a ajuda, a Graça e a bondade de Deus que nos rodeia, dia após dia, nas pequenas e nas grandes coisas. As frustrações podem endurecer nosso coração, deprimir a nossa alma e bombardear a nossa mente com mentiras, nos afastando do Senhor e do conhecimento do Seu caráter.


O ano não foi como esperávamos, verdade. Algumas coisas não foram boas, verdade também. Mas nem sempre tudo vai ser como a gente quer que seja. Meu conselho? Entregue suas frustrações ao Pai, faça uma lista, coloque em tópicos tudo aquilo que saiu “errado”. Entenda que em tudo há um propósito e que Ele nunca deixou de ser bom. Rasgue seu coração aos pés do Senhor hoje e deixe-o levar esse fardo. Comece de novo. Deixe que as coisas sejam como elas devem ser.


Por Maria Eduarda Batistetti