21 - Como posso ser bondosa?

Quando falamos sobre o fruto do Espírito, a bondade, muitos confundem com a benignidade, e até que é compreensível, já que existe uma linha tênue entre os dois, porém, “a bondade está ligada ao desejo de promover satisfação e alegria para o outro, ela não se importa com ela mesma, mas com quem será favorecido por ela. Já a benignidade é a manifestação de um caráter cordial que atrai o ser humano.”¹


Mas como posso ser bondosa?


“Houve um tempo em que nós também éramos insensatos e desobedientes, vivíamos enganados e escravizados por toda espécie de paixões e prazeres. Vivíamos na maldade e na inveja, sendo detestáveis e odiando uns aos outros. Mas, quando, da parte de Deus, nosso Salvador, se manifestaram a bondade e o amor pelos homens, não por causa dos atos de justiça por nós praticados, mas devido à sua misericórdia, ele nos salvou pelo lavar regenerador e renovador do Espírito Santo, que ele derramou sobre nós generosamente, por meio de Jesus Cristo, nosso Salvador. Ele o fez a fim de que, justificados por sua graça, nos tornemos seus herdeiros, tendo a esperança da vida eterna.” — Tito 3:3-7


Ou seja, só se produz bondade quando reconhecemos a bondade de Deus.


A bondade não é a ausência do mal, mas uma vida de retidão acompanhada de ações bondosas, ações como faladas no começo desse texto que não visam o eu, mas sim o outro, de forma pura e genuína. A bondade é resultado do amor, da alegria, da longanimidade e benignidade.


A bondade só se manifesta quando temos uma vida entregue ao Senhor. Ninguém se torna bondoso da noite para o dia, é preciso ter um coração disposto a servir a Cristo e aos irmãos na fé. Mas, infelizmente, muitos não querem ajudar na cura das feridas de seus irmãos, não querem ser suporte espiritual, ser apoio e segurança ou ajudar a suprir as necessidades. Como pode querer ser bom assim?


A bondade é o reflexo do caráter de Jesus Cristo na vida do cristão, a bondade é resultado do que fomos chamados para ser: servos uns dos outros.


“Nisto conhecemos que é o amor: Jesus Cristo deu a vida por nós, e devemos dar a nossa vida por nossos irmãos. Se alguém tiver recursos materiais e, vendo seu irmão em necessidade, não se compadecer dele, como pode permanecer nele o amor de Deus? Filhinhos, não amemos de palavra nem de boca, mas em ação e em verdade.” — 1 João 3:16-18


Se amamos verdadeiramente ao Senhor e se entregamos nossa vida por completo, iremos desenvolver a bondade, o amor e todas as características do fruto do Espírito. Essa é a reposta para a pergunta “como posso ser bondosa?”.


“À medida que os cristãos crescem em seu relacionamento com o Senhor, eles desenvolvem amor desinteressado, alegria verdadeira e paz duradoura. Construindo seus relacionamentos com os outros, eles são desafiados a refletir paciência, bondade e generosidade. À medida que amadurecem espiritualmente, os cristãos descobrem uma força interior que resulta em fidelidade, mansidão e domínio próprio.”²


Por Karina Marques


¹igrejadecristologia.net

²Estudo na Bíblia da Mulher, 2⁰ed, 2009