04 - Afinal, o que é o amor?

Amor, um sentimento genuíno que sentimos pelas pessoas que estão ao nosso redor e que, na maioria das vezes, conhecem os nossos medos, anseios e desejos. Tantos são os seus significados, mas de fato você já parou para pensar sobre qual é o verdadeiro sentido dessa palavrinha de 4 letras?


Certa vez, ao ser questionado sobre quais eram os mandamentos mais importantes a serem seguidos por um cristão, Jesus respondeu: AMARÁS o teu Deus de todo coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento, assim como deverás AMAR o teu próximo como a ti mesmo. (Mateus 22:36 a 39).


De fato, é muito fácil nutrir sentimentos bons e verdadeiros por pessoas que gostam de nós e que, de certa maneira, possuem sentimentos e pensamentos semelhantes, ou que nos elogiam e admiram, se inspiram ou se espelham em nossa história, mas quando elas são o oposto? São rudes, ignorantes, nos criticam e falam mal de nossas vidas, e nos casos mais extremos, até tentam nos prejudicar… Você é capaz de amá-las?


Quando olho para Cristo, realmente fico admirada com o amor do Pai por nós. Imagina só, Ele deu o seu PRÓPRIO filho, para que eu e você fossemos libertas do pecado e de uma condenação avassaladora, quer prova de amor maior do que essa? Com a vinda de Cristo, Deus nos ensinou um modelo de amor completo, inteiramente renovador e salvador de vidas, portanto, amar não deveria ser um sacrifício, mesmo para com pessoas difíceis e até inimigos. O amor é a maior revelação de Jesus em nossas vidas.


Sendo assim, o amor é mais do que uma sensação, um sentimento, uma missão, ou até mesmo uma doutrina. Amar alguém é um desejo genuíno pelo bem-estar de outra pessoa. O amor verdadeiro que glorifica a Deus é o propósito da vida e da existência da igreja.


Não sei como tem sido a sua vida até hoje, possa ser que você não tenha tido tantos exemplos humanos do verdadeiro amor, e por isso pense que não sabe exercer esse dom, contudo, entenda que independente do que você tenha vivido aqui na terra, o preço pelo seu pecado foi pago da forma mais genuína que um dia poderá existir: pelo amor.


E assim, eu sugiro a você que o amor seja o objetivo final da sua caminhada com Cristo. Pois, ao fazermos isso, tenha certeza que todos saberão que somos discípulos do Senhor Jesus, principalmente por causa do nosso amor uns pelos outros. Sendo assim, faço das palavras de Paulo as minhas: “permaneçam em fé, esperança, e amor, porém o maior deles sendo o amor” (1ªCoríntios 13:13).


Portanto, entreguemo-nos a Deus em oração, vivamos uma vida de comunhão e santidade diante do Senhor, e permitamos que Deus nos encha de Seu amor para derramarmos a favor de outros! “O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.” (1ª Coríntios 13:4-7)


Por Bianca Leal