Buscar

17 - Que as nossas palavras honrem a Deus e aos nossos irmãos!

"Com a língua bendizemos ao Senhor e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. Da mesma boca procedem bênção e maldição. Meus irmãos, não pode ser assim! Tiago 3:9-10"


Imagine se nossas palavras tivessem poder de manifestar a vida ou a morte na existência de alguém? Acredite, o que dizemos tem sim este poder e nós temos a possibilidade de escolher o que falar. Quando optamos por usar nossas palavras com sabedoria, nós manifestamos a realidade do Reino de Deus na vida de alguém e podemos ser luz desta forma no nosso cotidiano e até nas redes sociais.


Gritar, esbravejar e agir de forma insensata em diversas situações pode até parecer mais fácil, mas esta postura pode abrir feridas profundas no coração e na alma de alguém. Com esses atos tão insensatos podemos ferir até mesmo quem amamos e ao praticarmos isso deixamos de lado tudo aquilo que Jesus nos ensina a ser e a fazer. E o nosso dever é buscar o equilíbrio!


E eu não estou dizendo que por ser seguidor de Jesus alguém não possa sentir raiva ou ter vontade de falar “verdades” para alguém. Essas questões fazem parte da nossa natureza humana e não podemos negar isto, mas podemos avaliar e sempre ter cautela no proceder. Absolutamente qualquer coisa que você queira dizer você pode pronunciar com amor, com verdade e sem ofensas, mesmo que o outro tenha lhe ofendido de alguma forma.


"Mas eu digo a vocês que estão me ouvindo: Amem os seus inimigos, façam o bem aos que os odeiam, abençoem os que os amaldiçoam, orem por aqueles que os maltratam”. (Lucas 6:27-28).


Quando entendemos que o nosso ouvinte, o nosso interlocutor, a outra pessoa que dialoga também é alguém a imagem e semelhança do nosso Deus, passamos a tratá-la com o amor com que Deus nos trata (e aqui não importa se você gosta ou não da pessoa, todo ser humano possui a Imago Dei). Todos nós temos falhas e damos passos errantes neste mundo, porque neste mundo o pecado é presente, mas é nosso papel buscarmos restauração para as nossas dificuldades e através desse processo de santificação glorificar o nome do nosso Deus.


Abençoem aqueles que os perseguem; abençoem, e não os amaldiçoem (Romanos 12:14).

Nós temos diariamente a oportunidades trazer palavras de cura para as pessoas que gostamos, para as pessoas que não gostamos e até para as pessoas que não conhecemos, pois com as redes sociais nós temos a capacidade de nos inserir em histórias que não são nossas e nos sentimos no direito até de opinar (e ofender). Se alguém fala algo que não agrada é imediatamente julgado e se torna alvo das mais duras críticas e de muitas palavras de maldição, mas nós devemos fazer diferente!


Não sejamos assim, pois como é dito em Tiago (3:9-10), não é prudente que os nossos lábios bendigam a Deus e amaldiçoe ao nosso semelhante. Que o Senhor, na sua maravilhosa graça, nos guie pelo caminho do discernimento e da empatia. Que o Senhor seja honrado diariamente através das nossas palavras. Amém!

Por Camilla Melo

© VEM E VAMOS 
created by Danielli Cadore
 

  • Preto Ícone Spotify

DANIELLI CADORE

Obrigada por estar aqui!
me acompanhe no instagram
  • Instagram